Home
Apresentação
Quem sou
Serviços
Quem já foi
Orçamentos
Contato



icaro
Planejando uma viagem com seu bebê

Olá gente!

Desde que engravidei, sonho sim e viajar o mundo com meu bebê. Levá-lo para conhecer o mundo e oferecer à ele uma oportunidade de se desenvolver em contato com diversas culturas, idiomas, sensações e sabores diferentes.

Ícaro (que alimentou o sonho de voar), tem 4 meses e planejamos já sua primeira viagem para abril de 2016, quando ele estiver com 6, quase 7 meses e outra maior quando ele fizer 1 ano. Temos nos preparado para que ele, junto com a gente, inicie sua jornada pelo mundo e estou aqui pra contar como e dar algumas boas dicas do que tenho pesquisado e aprendido.

QUAL O PRIMEIRO PASSO?

O primeiro passo é garantir que os pais estejam preparados para escapar da rotina por alguns dias. O bebê pode sentir um pouco, a diferença de fuso, o ambiente, a agitação. Se o seu filho já é acostumado à isso, o risco dele estranhar a viagem, diminui. Contudo, se seu filho tem uma rotina bem rigorosa, é bem provável que ele não se sinta muito à vontade, pelos menos nos primeiros dias da viagem. Portanto, o primeiro passo é os pais concordarem com a aventura, e trabalharem pra que ela seja proveitosa pra toda a família.

UMA DICA VALIOSA

Se seu filho dorme bem durante à noite, selecione voos noturnos, especialmente se forem longos voos. Os demais passageiros agradecerão, e sem dúvida, sua viagem será bem mais tranquila.

 

SOBRE AS VACINAS

É imprescindível que seu filho esteja com o calendário de vacinação rigorosamente em dia. Para países que exigem vacinação contra febre amarela, somente a partir dos 9 meses, essa vacina é indicada. Logo, esses destinos são contra-indicados até essa idade.

COMO TIRAR PASSAPORTE DO MEU FILHO?

1º Passo – Preenchimento do formulário no site da Polícia Federal. Na Categoria “Requerer Passaporte”.

IMPORTANTE – Para menores, a Polícia Federal pede para que os pais imprimam e preencham uma autorização para emissão de passaporte do menor. Essa autorização é disponibilizada junto com o boleto GRU para pagamento. Imprima essa autorização e preencha com os dados solicitados. Isso será requerido no dia do seu comparecimento na PF.

2º Passo – Pagamento do Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 257,25.

3º Passo – Assim que identificado o pagamento do GRU, você voltará ao site da Polícia Federal para realizar o agendamento. Nessa etapa, você escolhe o dia, hora e local que você comparecerá a Polícia Federal.

4º Passo – Se seu filho tem menos de 3 anos, tire uma foto 5×7 com fundo branco, e leve consigo para sua visita. Lá, eles não vão tirar foto do seu filho!

5º Passo – Compareça no dia e hora agendados na Polícia Federal munido dos seguintes documentos:

  • Certidão de Nascimento do menor.
  • Autorização preenchida pelos pais para emissão de passaporte.
  • CPF e RG dos pais do menor.
  • Foto 5×7 com fundo branco do menor.
  • GRU e Comprovante de Pagamento da GRU.

Caso um dos pais não esteja presente no dia da visita à Polícia Federal, é necessário levar uma autorização do pai ausente para a emissão do passaporte.

6º Passo – Compareça a partir do dia permitido para retirar o passaporte do seu filho. Nessa etapa, seu filho e 1 dos pais devem comparecer.

E pronto! Taí o resultado!

QUAL A VALIDADE DO PASSAPORTE DO MEU FILHO?

Infelizmente, pagamos o mesmo valor do adulto (que tem validade de 10 anos), para o passaporte do menor. Veja a tabela:

0 a 1 ano incompleto – 1 ano de validade do passaporte

1 ano completo a 2 anos incompletos – 2 anos de validade

2 anos completos a 3 anos incompletos – 3 anos de validade

3 completos a 4 anos incompletos – 4 anos de validade

4 anos completos a 18 anos incompletos – 5 anos de validade

18 anos completos ou mais – 10 anos de validade.

Em data próxima, vou postar sobre o visto americano para bebês! 😉

A ROTINA DO BABY

É fato, vai mudar. Para que isso não afete tanto o bebê cumpra os horários das refeições. Se o bebê mama no peito exclusivamente, excelente! Ele pouco sentirá. Se o bebê já estiver na fase das papinhas, fica um pouco mais difícil, pois você não conseguirá prepará-las como se prepara em casa. Por isso, em último caso, as papinhas prontas são uma boa solução. Porém nunca abra mão das frutinhas. Aonde você estiver, você encontrará frutas. De para seu filho em momentos mais tranquilos.

HOTEL X APARTAMENTO

Na próxima viagem, optamos por ficar em apartamento, pois oferece pra gente maior conveniência. Podemos usar livremente a cozinha, em qualquer horário.

Em um hotel, talvez você não se sinta tão à vontade, quando tiver que cozinhar, ferver uma água, fazer uma papinha.

Há apartamentos mobiliados para aluguel de temporada em todo e qualquer lugar do mundo, O HOMEAWAY e o AIRBNB são excelentes sites para quem procura esse tipo de acomodação. #ficaadica

6 FACILIDADES

Sim têm que ser prático. Ou você vai querer carregar a casa inteira. E essa não é a intenção. Vai as dicas que facilitará muito a sua vida:

  1. Se seu filho ainda é pequenininho, compre uma banheira inflável. Cabe em qualquer lugar da sua mala.
  2. Não é necessário levar o mundo. Há coisas que você pode comprar em qualquer destino, como leite, sabão especial para lavar roupa de criança, fraldas. São itens que ocupam muito espaço na bagagem. Leve o essencial para os primeiros dias, depois compre por lá. Uma vez ouvi a seguinte frase: “Sempre vai ter o que seu filho precisa, num lugar onde há crianças”
  3. Nunca esqueça os remédio do seu filho. Tem lugares que só vendem medicamentos com prescrição médica, ou pela diferença do idioma, pode ser complicado comprar qualquer coisa durante sua viagem, especialmente se ela for internacional.
  4. Faça um seguro-viagem! Não preciso nem comentar o quanto isso é imprescidível. Se a viagem for nacional e o plano de saúde do seu filho não cobre fora de sua região, faça um seguro-viagem!
  5. Alimente seu filho ou ofereça uma chupeta, tanto no pouso quanto na decolagem. A queda ou aumento da pressão atmosférica pode incomodar o ouvido do seu filho. Enquando ele suga, esse risco é diminuido.
  6. Esqueça sua escova de dente, mas nunca esqueça daquilo que vai entrerter seu filho durante a viagem: brinquedos, tablet, celular, e muitos vídeos baixados do desenho favorito dele.

SEM MEDOS OU TRAUMAS

Já ouviram aquela expressão: desencana! Sim. É minha dica.

Se seu filho adora qualquer aventura e o que importa pra ele é rua, você pode levá-lo pra qualquer destino, sem medo!

Se seu filho está tão acostumado com a rotina, que vira outra pessoa quando sai dela, minha dica é começar por destinos pra crianças. Onde há parquinhos, hotéis-fazenda, piscinas infantis ou um parque aquático.

Você não precisa deixar de viajar ou de passear por causa do seu filho. A vida é muito curta pra se privar e privá-lo de experiências únicas. O importante é ter boas orientações de um pediatra e simplesmente, ir!

PRA QUE VIAJAR COM MEU FILHO?

A viagem é uma oportunidade que a criança terá de desenvolver, falas, sabores, sensações, tatos e experiências. É uma oportunidade dos pais sairem da rotina, curtir a família e guardarem lembranças únicas e fotos incríveis.

“MEU FILHO NÃO VAI SE LEMBRAR DE NADA”.

A maior bobeira que já ouvi na vida inteira!!!!!!! E daí se seu filho não lembrar? Garanto que ele vai curtir muito as fotos quando ficar mais velho. Ah… e sabe aquele desenho que faz ele rir? Você acha que ele se lembrará disso daqui a uns anos? A única coisa que você sabe, é que ele está feliz vendo aquele desenho.

O fato é que durante a viagem, ele terá bons momentos com seus pais e irá se desenvolver como pessoa e nada no mundo, vai poder apagar as boas histórias e risadas que só uma experiência de viagem é capaz de proporcionar.

Portanto, minha dica sempre será… vá, sem medo, sem traumas, viva o momento, viva o destino. Permita que seu filho também viva!

 

Se precisar, será um prazer ajudar a elaborar sua viagem, a adaptando completamente para seu (s) filho (s). Onde estão as melhores atrações e restaurantes para crianças? Como fazer? O que levar? Precisa de dicas exclusivas? Vocês sabem que podem contar comigo!

Jessica Matias

Blogueira, Personal Travel, mãe, esposa e viajante incansável.